Sete dias por semana sem medo da notícia!
PSL: André Fernandes deixa presidência do diretório municipal
"De fato, hoje eu tenho partido porque é necessário”, disse sobre saída do PSL
André Fernandes

O deputado estadual André Fernandes (PSL) saiu da presidência da comissão municipal do Partido Social Liberal (PSL). O parlamentar deixa a função após protagonizar polêmica na tribuna da Assembleia Legislativa na quarta-feira (12) e o deputado federal Heitor Freire (PSL) teria pedido sua saída.

Questionado por jornal sobre deixar o PSL, André Fernandes diz: “Sei que não existe política sem partido. De fato, hoje eu tenho partido porque é necessário”. A saída pode representar uma briga na sigla dos aliados de Bolsonaro no Ceará.

Ele cita situações que tinha a frente do diretório municipal. “É difícil eu sentar como presidente (do PSL Fortaleza) sendo o vice-presidente o vereador do PSL (Marcelo Lemos) que é o único vereador do PSL e é da base do Roberto Cláudio”, conta. Sobre Lemos, André diz: “do antigo PSL, antes de Bolsonaro entrar” e é “amigo do Roberto Cláudio”.

Polêmica

André Fernandes disse na última quarta-feira: “diariamente chegam pessoas em meu gabinete denunciado que próprios deputados da Casa são envolvidos com facções criminosas”. E continuou: “Qual moral deputado envolvido com facção… para falar sobre segurança pública?”

A fala do parlamentar o fez estar suscetível a uma investigação no âmbito do Conselho de Ética da Casa e a uma punição por quebra de decoro. A ação partiu dos deputados do PSDB.

Em tempo

A fala completa do deputado estadual André Fernandes na AL, na última quarta-feira (12).

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também