Sete dias por semana sem medo da notícia!
Jornalista é processado 59 vezes após denunciar fraudes da educação de Sobral
Ações são movidas por diretores e diretoras das escolas a mando de Ivo Gomes
Ivo, Cid e Ciro. Os Ferreira Gomes

O jornalista Wellington Macedo passou a ser alvo de processos por danos morais após publicar uma série de reportagem denunciando as fraudes na educação de Sobral. No total, 59 ações judiciais foram movidas contra o profissional.

A informação é da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), que repudia a prática dos FGs.

As ações são movidas por diretores das escolas a mando de Ivo Gomes (PDT-CE), prefeito da cidade.

Em tempo

A Abraji repudia a censura contra o jornalista.

Em tempo II

Confira o posicionamento da associação:

A Abraji repudia o assédio judicial contra Wellington Macedo. A prática de mover dezenas de processos contra jornalistas em juizados de pequenas causas é uma estratégia de intimidação e, como tal, um atentado à liberdade de imprensa. Certa de que o Judiciário cearense seguirá decisões do STF e de outros tribunais em casos semelhantes, a Abraji espera que as ações sejam recusadas.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também