Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

General cearense fica em silêncio em depoimento à PF sobre tentativa de golpe

Ministro Alexandre de Moraes retirou o sigilo dos depoimentos dos investigados

General Paulo Sérgio Nogueira. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

15/03/24 15:49

O ex-ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira, ficou em silêncio durante seu depoimento à Polícia Federal (PF), no dia 22 de fevereiro, sobre a tentativa de golpe de Estado após as eleições de 2022. Informação foi revelada após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, retirar, nesta sexta-feira (15), o sigilo dos depoimentos dos investigados.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

Cientificado que, caso tenha envolvimento com os fatos criminosos investigados, tem o direito de permanecer em silêncio, de não produzir provas contra si e de ser assistido por um advogado, respondeu QUE se reserva ao direito constitucional de se manter em silêncio“, diz um trecho do termo assinado pelo general cearense Paulo Sérgio Nogueira.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

De acordo com a PF, Paulo Sérgio Nogueira possui envolvimento na tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito, na tentativa de anular o resultado das eleições de 2022, quando o então presidente Jair Bolsonaro (PL) foi derrotado pelo atual chefe do Poder Executivo, Lula (PT).

LINKS PATROCINADOS