Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Ex-prefeita de Ibiapina é condenada por improbidade administrativa e fica inelegível por 6 anos

Decisão foi tomada no último dia 15 de setembro

(Foto: reprodução)

29/09/23 14:39

A ex-prefeita de Ibiapina, Maria das Graças Gomes Linhares, conhecida como “Gracinha”, foi condenada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por ato de improbidade administrativa e teve os direitos políticos suspensos por seis anos. A decisão foi tomada no último dia 15 de setembro.

Participe do grupo do CN7 no WhatsApp

Além da ex-prefeita Gracinha, também foram condenados na mesma ação o ex-candidato a prefeito, Manoel Luís de Alcântara; e o ex-servidor municipal José Atagan Moreira da Silva.

De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), durante a campanha eleitoral de 2004, José Atagan abandonou as atividades públicas para trabalhar como locutor na campanha do então candidato a prefeito, Manoel Luís Alcântara. Entretanto, durante esse período, Atagan continuou recebendo os vencimentos como serviço público. A então prefeita da cidade, Maria das Graças, tinha conhecimento sobre o desvio de função e compactuou com o delito.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Maria das Graças é mãe do também ex-prefeito, Leandro Linhares.

Confira documentos:

LINKS PATROCINADOS