X
Sete dias por semana sem medo da notícia!
Camilo cobra agilidade na entrega do 4º Anel Viário e empresa pede para sair
Governador não aguenta mais a lentidão da obra iniciada em 2012. Uma das responsáveis pelo projeto, a Via, está enrolada na Lava Jato e vai deixar um rombo de R$ 5 milhões com fornecedores cearenses
Camilo Santana

O governador Camilo Santa (PT) deu ultimato para que o consórcio Torc-Via, responsável pelo projeto do 4º Anel Viário, concluísse a obra o mais rápido possível. O petista não aguenta mais a lentidão do empreendimento,iniciado em 2012.

Com a pressão, a Via pediu para sair. Caso a desistência se concretize, ela deixará um rombo de R$ 5 milhões com fornecedores cearenses. A empresa que quer aplicar o golpe também está envolvida na Lava Jato.

Em tempo

Assume o projeto, com a queda do consórcio Torc-Via, a Construtora Souza Reis, segunda colocada na licitação.

A obra do 4º Anel Viário é orçada em R$ 256 milhões, sendo R$ 80 milhões do Governo do Ceará e R$ 176 do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)

O 4º Anel Viário, conta, ao todo, com 32 quilômetros de extensão, com início na CE-040 (Eusébio). O trecho cruza a BR-116 (Itaitinga), passando pela CE-060 (Maracanaú), CE-065 (Maranguape) e BR-020 (Caucaia), seguindo até Avenida Mister Hull (BR-222, também em Caucaia).

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também