X
Sete dias por semana sem medo da notícia!
Barroso determina quebra sigilos de Rocha Loures e complica situação de Temer
Investigadores terão acesso a todos os emails trocados pelo "homem da mala" durante a época em que era deputado e assessor especial do presidente

Logo quando o presidente Michel Temer achava que o pior já tinha passado, em menos de uma semana, ele recebeu duas notícias que acertam em cheio seu sonho de “reeleição”.

A primeira foi a inclusão, na semana passada, de seu nome no inquérito que investiga o pagamento de R$ 10 milhões em propina ao MDB durante um jantar, realizado em 2014 no Palácio do Jaburu, detalhado na delação da Odebrecht.

Agora, o ministro Luís Roberto Barroso determinou a quebra dos sigilos de Michel Temer e outros figurões do MDB, incluindo o de seu ex-assessor especial Rocha Loures, o “homem da mala” do presidente, famoso por sua corridinha pelas ruas de São Paulo com uma mala com R$ 500 mil em propina.

Agora, o STF terá acesso a todos os emails de Rocha Loures durante a época em que foi deputado e assessor de Temer.

Dos males o menor

Os golpes contra a candidatura de Temer não o intimidam, o presidente sabe que sendo o candidato com maior rejeição (88%) e registrando, de acordo com o cenário, apenas cerca de 1% das intenções de voto, sua campanha não pode ficar pior.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também