Sete dias por semana sem medo da notícia!
Violência armada deixou 205 pessoas assassinadas no Ceará no mês de agosto
Região Metropolitana de Fortaleza é a área mais violenta. Na Capital, índices caem
Mortes violentas têm aumentadona Região Metropolitana de Fortaleza

Duzentas e cinco pessoas foram assassinadas no Ceará durante o mês de agosto.  O balanço revela que, mais uma vez, a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) tem apresentado maior índice de assassinatos em relação à Capital e ao interior. Foram 63 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) registrados no período. Em Fortaleza, ocorreram 57 homicídios, latrocínios e  lesões corporais seguidas de morte. No Interior Norte, 42, e no Interior Sul, 43.

Novamente, o Município de Caucaia aparece na estatística mensal como o mais violento da Grande Fortaleza, com o registro de 18 homicídios e achados de cadáveres. Na sequência, estão os Municípios de Maracanaú (11 CVLIs), Aquiraz (6), Pacajus (6), Itaitinga (4), Horizonte (3), Guaiúba (3), São Gonçalo do Amarante (3), Maranguape (2), Trairi (2), Pacatuba (2), Cascavel (1), Paracuru (1) e Chorozinho (1).

No Interior do estado, Juazeiro do Norte aparece com o registro de oito assassinatos no mês de agosto. Em Sobral, foram registrados  também oito crimes de morte.

Mulheres e adolescentes

No mês de agosto, 12 adolescentes e uma criança foram  assassinados no Ceará, além de terem sido registradas também 10 mortes por intervenção policial, sendo sete delas no interior, nos seguintes Municípios: Icó (3), Juazeiro do Norte (2), Mombaça e Umari.

Também na lista das vítimas da violência armada em agosto no Ceará estão  12 mulheres. Nove delas foram mortas na Grande Fortaleza e outras três no interior do estado (nos Municípios de Quixadá, Aracati e Sobral).

As autoridades registraram também no mês de agosto, nove casos de duplos homicídios e um triplo. Nenhum caso de chacina aconteceu no estado neste período. Houve ainda, um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) em Fortaleza, no bairro Sítio São João, na Grande Messejana. 

O crime ocorreu no dia 5, quando o jovem Francisco Lucas Pereira de Sousa, 22 anos, foi morto a tiros durante um assalto na Avenida Valparaíso.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também