sete dias sem medo da notícia
Propina na Fecomércio
Vendedora de terreno “devolve” R$ 385 mil a esposa de advogado de Maurício Filizola
O vice-presidente, Maurício Filizola, nega ter conhecimento do caso
Por : Redação CN7
11/10/21 17:19

O escândalo envolvendo a compra de um terreno pela Fecomércio ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira (11). O CN7 teve acesso exclusivo a uma transação bancária mostrando que a vendedora do imóvel, Maria Eloir Gouveia, devolveu, por meio de transferência bancária, um valor de R$ 385 mil a Ana Cecília Brito, esposa do advogado Francisco Nunes Freitas, que é homem de confiança do vice-presidente da Fecomércio, Maurício Filizola.

O vice-presidente, Maurício Filizola, nega ter conhecimento do caso e pede que o Tribunal de Contas da União (TCU) investigue a corrupção e apure o destino do dinheiro recebido por seu advogado, Francisco Nunes Freitas. A propina total é superior a R$ 600 mil.

Entenda o caso

O CN7 teve acesso exclusivo a documentos que mostram que o vice-presidente da Fecomércio, Maurício Filizola, que à época era presidente interino, pode ter participado de um escândalo que envolve a compra de um terreno localizado na Av. Washington Soares no valor de R$ 6,3 milhões para o Sesc. O escândalo ainda envolve o advogado pessoal de Filizola, Francisco José Nunes Freitas, a esposa do advogado Ana Cecília Britto Freitas, a vendedora Maria Eloir Gouveia de Araújo, e um “laranja” identificado como Clodoaldo Farias Borges.

Leia mais: Vice-presidente do Fecomércio faz rachadinha com dinheiro de compra milionária de terreno

LINKS PATROCINADOS