Sete dias por semana sem medo da notícia!
Site da SSPDS deixa de atualizar registros de assassinatos no estado após os ataques
Com o fim dos atentados, a guerra entre facções foi retomada e os homicídios voltaram
No site da SSPDS há registros de apenas 3 dias de março

Com o fim dos ataques criminosos e a prisão de mais de 300 pessoas envolvidas nos atentados, as autoridades policiais  voltam a enfrentar  no Ceará a escalada dos assassinatos. Somente em 20 dias de março, mais de uma centena de homicídios foi registrada no estado, a maioria na Grande Fortaleza.  Contudo, no site da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os registros diários de ocorrências – que incluem os homicídios – não estão sendo atualizados.

Quem visita o site da SSPDS logo constata a estratégia. Em 20 dias de março, apenas estão postadas informações das ocorrências dos dias 3, 4 e 10.  Nem mesmo  os fatos relativos ao período de Carnaval foram atualizados.  A secretaria se limitou a informar à Imprensa que houve redução de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) no estado, no período carnavalesco (de 1º a 5 de março)  deste ano da ordem de 44 por cento, caindo de 59 homicídios em 2018 para 33 neste ano.

Com o fim dos ataques criminoso, a saída da Força Nacional de Segurança do território cearense, a guerra entre as facções criminosas voltou a causar mortes violentas na Capital e sua região metropolitana. As execuções sumárias estão novamente sendo praticadas nas áreas onde  os grupos criminosos disputam território.

Execuções

Em Fortaleza, 35 pessoas foram assassinadas em 20 dias de março, além de outras 31 nos demais municípios da Região Metropolitana. No Interior do estado, foram registrados 46 homicídios, sendo 26 na Área Norte e 20 no Interior Sul.

Em Fortaleza, neste intervalo de 20 dias de março, os crimes com características de execuções sumárias ordenadas pelo tráfico se destacaram em bairros onde ainda é preocupante a presença de facções, como o Grande Bom Jardim. Exemplo disso foi o que aconteceu na noite da última segunda-feira (8), quando dois irmãos foram fuzilados naquele bairro.  Os irmãos Genilson e Cleílson Celestino da Silva, foram  assassinados a tiros na principal via do bairro, a Avenida Oscar Ataripe.

 

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também