Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Promotor revela que cooperativas desviaram R$ 60 mi dos municípios cearenses

Declaração foi dada por promotor responsável pelas investigações

(Foto: reprodução/MPCE)

12/12/23 16:49

O promotor Breno Rangel, do Grupo de Atuação Especial de Combate as Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público do Ceará (MPCE), revelou que um grupo de, pelo menos, cinco cooperativas, desviaram cerca de R$ 60 milhões em mais de 21 municípios, por meio de superfaturamento de contratos. A declaração foi dada nesta terça-feira (12).

Participe do grupo do CN7 no WhatsApp

“As cooperativas estão em 21 municípios [cearenses]. Eles já receberam, ao todo, cerca de R$ 180 milhões. Se, em tese, pelas próprias informações que eles deram nas provas que já coletamos, que eles superfaturam os contratos em 30%, então se eles já receberam R$ 180 milhões, temos uma quantia de quase R$ 60 milhões que eles teriam desviado do dinheiro público”, disse o promotor.

Ouça o áudio:

O MPCE deflagrou, na manhã desta terça-feira (12), a operação ‘Fagos’. O órgão cumpriu 20 mandados de busca e apreensão em mais de 21 municípios do Estado. Foram apreendidos celulares, computadores e outros documentos de propriedades que podem auxiliar nas investigações. Os crimes apontados pelo Gaeco são: organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e outros delitos contra a administração pública.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

De acordo com o magistrado, não há indícios da participação de prefeitos no esquema criminoso. Por outro lado, há a suspeita de envolvimento de servidores públicos. “Não temos nenhum prefeito (…) agora, em relação a servidores públicos nós temos alguns, bastante, inclusive”, afirmou. Durante a ofensiva desta terça, um secretário municipal foi alvo de busca e apreensão. Encontraram R$ 70 mil em sua casa.

Ouça o áudio:

LINKS PATROCINADOS