Sete dias por semana sem medo da notícia!
Prefeitos de São Gonçalo, Quixadá e Viçosa investigados por irregularidades administrativas
Além deles, outros 23 respondem a processos no Tribunal de Justiça do Ceará
Prefeitos de São Gonçalo, Quixadá e Viçosa do Ceará

Os prefeitos de São Gonçalo do Amarante, Cláudio Pinho, de Quixadá, Ilário Marques, e de Viçosa do Ceará, Zé Firmino, estão entre os 26 gestores municipais que respondem por processo no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). O levantamento foi feito pelo Diário do Nordeste desta segunda-feira (13).

Segundo a publicação os casos mais comuns são de improbidade administrativa e elo menos seis prefeitos respondem por irregularidades com a máquina pública. “Na sequência, vêm casos que envolvem crime de responsabilidade, processos de afastamento do cargo, danos morais, calúnia, nepotismo, crimes contra o meio ambiente, entre outros”.

Por serem prefeitos, os processos tramitam na segunda instância em segredo de Justiça.

Em tempo

O prefeito de Cedro, Nilson Diniz, que também é presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), está entre os que respondem processos no TJCE. Ele precisa vir a público em que está enrolado.

Em tempo II

Confira quais municípios têm prefeitos que precisam dar explicações à Justiça: Acarape, Acopiara, Aiuaba, Ararendá, Assaré, Banabuiú, Beberibe, Canindé, Cariré, Carnaubal, Cedro, Ibiapina, Iracema, Maracanaú, Novo Oriente, Paracuru, Pentecoste, Pereiro, Quiterianópolis, Quixadá, Russas, São Gonçalo do Amarante, São Luís do Curu, Sobral, Tururu e Viçosa do Ceará.

Em tempo III

O prefeito de Pedra Branca, Antônio Góis, que teve autorização da Justiça para voltar ao cargo, após afastado por suspeita de corrupção, foi barrado pela Câmara Municipal de sentar na cadeira.

Em tempo IV

Às vezes, os vereadores querem fazer Justiça com as próprias mãos.

Em tempo V

Vale o alerta para os 26 prefeitos com processos no TJCE.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também