Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Prefeito denuncia falsificação de documentos em processo de impeachment; vereadora rebate

Chefe do Executivo municipal registrou BO

(Foto: reprodução/Instagram)

29/01/24 17:07

O prefeito de Aratuba, Joerly Vitor (Republicanos), registrou um meio de Boletim de Ocorrência (BO) contra os vereadores Francisco Valbério, conhecido como “Manguita”, e Mayara Freitas, por suposta falsificação de documentos na Comissão Processante que analisa seu impeachment e de seu vice, Chico Abel (PL). Os parlamentares são, respectivamente, relator e presidente da comissão.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

A defesa do prefeito alega que no relatório há “páginas em branco”, “datas contrárias” e “parecer antecipado”. O BO foi registrado após sessão legislativa na Câmara Municipal, na última sexta-feira (29). O prefeito Joerly e o vice-prefeito, Chico Abel, são acusados de superfaturamento na aquisição de água mineral para as escolas do município.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Por meio de vídeo publicado nas redes sociais, a presidente da Comissão Processante, vereadora Mayara Freitas, rebateu as acusações. “Prove que tem documento falso ali, que no caso é um relatório feito pelo relator da nossa comissão, que é o vereador Valdério. Hoje nós colocamos em votação esse relatório e ele foi aprovado e agora é um parecer da nossa comissão (…) quando concluiu [a sessão], o advogado da defesa queria, porque queria, que a polícia encaminhasse os vereadores até a Delegacia de Guaramiranga, sendo que o tenente disse que não viu motivos alguns para nos direcionar até lá e ele não faria isso. E nós não fomos à Delegacia de forma alguma, isso é uma mentira muito grande. Todos saíram nos seus transportes, foram para suas casas normalmente”, disparou a parlamentar.

Assista ao vídeo:

LINKS PATROCINADOS