Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Prefeito Joerly Vitor contesta acusação de superfaturamento na aquisição de água mineral

Acusações culminaram na abertura de um processo de cassação pela Câmara de Vereadores

(Foto: reprodução/Instagram)

25/10/23 13:47

O prefeito de Aratuba, Joerly Vitor, através da secretária de Educação, Simônica Viana, divulgou uma nota oficial, nesta quarta-feira (25), negando as acusações de superfaturamento na aquisição de água mineral para as escolas do município. Essas acusações culminaram na abertura de um processo de cassação pela Câmara de Vereadores.

Participe do grupo do CN7 no WhatsApp

“Não houve, de forma alguma, prejuízo ao erário com a aquisição das águas, objeto de questionamento”, afirmou.

Na nota, o prefeito declarou que o valor de R$14,80 foi pago por cada fardo de garrafas de água mineral sem gás em garrafa de 500ml. “Em momento algum foi pago a qualquer empresa fornecedora da atual gestão esse valor em uma unidade de garrafa de água de 500ml, mas sim em um fardo com 12 unidades”, explicou.

Ainda em nota, Joerly Vitor afirma que processo de pagamento em questão trata-se de pagamento de 161 fardos com 12 unidades de garrafas de água de 500ml. “Para serem utilizados na semana da criança do ano de 2022, que beneficiou mais de 2 mil crianças durante a festividades da ARENA DA CRIANÇA que se deu por 4 dias, para todas as crianças da rede pública da escolas do Município e demais crianças da cidade de todas as regiões de Aratuba”, relatou.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

O prefeito ainda acusa a oposição de “desvirtuar a verdade” com o intuito de fundamentar um processo de afastamento do prefeito e do vice.

Confira a nota completa:

Confira o documento:

LINKS PATROCINADOS