Sete dias por semana sem medo da notícia!
Prefeito afastado de Uruburetama confessa que gravava mulheres por “vício”
SSPDS não divulgou para qual presídio José Hilson de Paiva foi transferido
Ouça a matéria

O médico e prefeito afastado de Uruburetama, José Hilson de Paiva, apresentou-se à Polícia Civil nesta sexta-feira (19), em Fortaleza. No depoimento, ele pediu perdão às vítimas e alegou “vício” ao gravar as mulheres em supostos atendimentos ginecológicos. Apesar das declarações, Hilson não admitiu a prática de estupro e demais assédios.

O cumprimento do pedido de prisão preventiva de José Hilson se fez após solicitação do Ministério Público do Ceará, uma vez que ele exerce influência no município de Uruburetama e isso poderia interferir nas investigações. Além disso, mandados de busca e apreensão foram cumpridos no município.

O médico deverá ficar detido no sistema prisional do Ceará. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não divulgou para qual presídio Hilson foi transferido.

Em tempo

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também