sete dias sem medo da notícia
MPF poderá anular acordo de leniência do grupo J&F por omissão na delação da JBS
Por : Redação CN7
09/10/17 19:10

Procuradores do Ministério Público Federal no Distrito Federal decidiram abrir investigação sobre o descumprimento de termos do acordo de leniência assinado pelo grupo J&F. O processo poderá resultar no rompimento do acordo, diretamente ligado à delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, e demais executivos do grupo.

“Foram solicitadas informações à Procuradoria-Geral da República, Procuradoria da República em São Paulo, Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf)”, informou o MPF. Joesley e o diretor Ricardo Saud tiveram os benefícios da delação suspensos e estão presos

O MPF está levando em conta a omissão de fatos criminosos relevantes na colaboração e o uso de informações privilegiadas – das próprias delações – para lucrar na compra e venda de ações e dólares.

Segundo a cláusula 36 do acordo, o MPF pode rescindir o acordo de leniência caso a colaboração premiada seja anulada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

LINKS PATROCINADOS