sete dias sem medo da notícia
Ministro cearense do STJ se declara impedido de julgar Joesley e Wesley Batista
Napoleão Nunes Maia
Por : Redação CN7
20/09/17 9:25

O ministro cearense do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Napoleão Nunes Maia, declarou-se impedido de julgar processo contra os irmãos Joesley e Wesley Batista. O magistrado foi citado em delação da JBS e, ontem (19), pediu a própria suspeição do caso, alegando não se sentir “distante e isento”.

Segundo o jornal O Globo, o executivo da JBS Francisco de Assis e Silva disse que Napoleão teria intercedido a favor da companhia, mas o ministro nega as acusações e qualquer tipo de interferência.

Confira um trecho da matéria d’O Globo

Homem do profeta

O ministro ficou conhecido nacionalmente por jogar praga em jornalistas após notícias ligarem seu nome a propinas na OAS e JBS.

“Com a medida com que me medem serão medidos e sobre ele desabe a ira do profeta, é uma anátema islâmica”, disse em referência tanto a delatores quanto aos jornalistas que publicam informações sobre isso. “A ira do profeta, não vou dizer o que é, vou fazer um gesto do que é”, explicou fazendo um sinal de degola.

LINKS PATROCINADOS