Sete dias por semana sem medo da notícia!
Ministério Público quer a fiscalização de centros de treinamento de clubes cearenses

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Núcleo de Defesa do Torcedor (NUDTOR) sugeriu a fiscalização das condições de funcionamento dos centros de treinamento dos clubes de futebol no Ceará. O pedido foi acompanhado de uma nota oficial de lamentação a morte dos 10 jovens no CT do Flamengo na madrugada do mesmo dia, solidarizando-se com os familiares dos garotos mortos e feridos em razão do acidente.

A solicitação, emitida pelo promotor de Justiça Ythalo Frota Loureiro, coordenador do NUDTOR, foi enviada ao Coronel Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), Luís Eduardo Soares de Holanda; ao Presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio; ao presidente do Ceará Sporting Club, Robson de Castro; e ao presidente do Fortaleza Esporte Clube, Marcelo Cunha da Paz. A fiscalização, segundo o promotor, consiste em analisar o atendimento das normas técnicas sob a responsabilidade do CBMCE, tendo como foco principal as medidas de segurança contra incêndio nas edificações onde funcionam os centros de treinamento e alojamentos.

Aos presidentes dos clubes também foi solicitado o envio de fotografias das instalações dos centros de treinamento, em especial dos alojamentos dos atletas, comissão técnica e funcionários. A manifestação e resposta ao NUDTOR devem ser atendidas em até 15 dias

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também