Sete dias por semana sem medo da notícia!
Militares ameaçam Supremo: HC de Lula terá que ser negado ou haverá intervenção
"Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do País e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?", questionou o general Villas Bôas
General Villas Boas

O comandante do Exército, general Villas Bôas, sem citar o julgamento do habeas corpus de lula pelo STF amanhã (4), fez um comentário, nesta terça-feira (3), em repúdio à impunidade. Ele usou a rede social Twitter.

“Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais”, escreveu no tweet.

O general continuou em outra postagem. “Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do País e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?”.

Confira os dois tweets de Villas Boas

Repercussão

O comentário do general foi a notícia que fechou o Jornal Nacional desta terça-feira.

Em tempo

Após o posicionamento de Villas Boas, outros militares também se manifestaram.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também