Sete dias por semana sem medo da notícia!
Governo Bolsonaro deve trocar ministro da educação, após convocação da Câmara
Abraham Weintraub é obrigado a comparecer ao plenário
Foto: Diovulgação/Casa Civil-PR

O presidente Jair Bolsonaro deve trocar o ministro da educação, Abraham Weintrab, após convocação do plenário da Câmara, nesta terça-feira (14), para esclarecimentos.

Por 307 votos a favor e 82 contra ao requerimento, Abraham é convocado a explicar o bloqueio de verba na Educação para os parlamentares. O ministro é obrigado a comparecer à Câmara, sob pena de incorrer em crime de responsabilidade na hipótese de ausência “sem justificação adequada”, conforme prevê a Constituição Federal.

A maioria dos partidos orientou as bancadas a votarem a favor do requerimento. Somente PSL e Novo orientaram contra a convocação. O resultado mostra fragilidade e falta de sustentação de Bolsonaro no Planalto. Apenas 82 deputados dialogam com o presidente.

As elites da sociedade brasileira já falam em impeachment. A ex-presidente Dilma Rousseff, apesar dos muitos esforços, teve seu governo interrompido em 2016 por muito menos.

O momento exige atenção de Jair Bolsonro.

Confira o resultado


Publicidade
Mais Lidas
Leia Também