Fachin dá mais 60 dias para delatores da JBS entregarem novos materiais

Edson Fachin

01/09/17 14:58

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu mais 60 dias para os delatores da JBS entregarem informações complementares dentro do acordo de delação premiada à procuradoria-geral da República (PGR). A decisão atende a pedidos do grupo e da própria PGR.

Para Fachin, a decisão pode trazer maior eficácia e efetividade à colaboração premiada. Ontem (31), O empresário Joesley Batista, dono da JBS, entregou cerca de quarenta novos anexos ainda sem saber que o prazo seria estendido. O material, que inclui novas gravações, incriminam um ministro e um senador da base do presidente Michel Temer (PMDB).

Além disso, os novos anexos explicam como deve ser feita a leitura da planilha da propina entregue pelo diretor do grupo Ricardo Saud, indicando doações da JBS a mais de 1.800 políticos, apontando quais foram fruto de corrupção e quais foram caso de caixa 2.

LINKS PATROCINADOS