sete dias sem medo da notícia
Ex-marido é acusado de ter contratado pistoleiro para assassinar vendedora
A jovem foi morta quando trabalhava vendendo calçados em Maracanaú
Ana Thainara tinha apenas 24 anos, dois filhos, e era ameaçada pelo ex
Por : Fernando Ribeiro
31/07/19 12:07

A Polícia Civil está à procura de Eduardo Thiago Santos Alcântara. Ele é acusado de ser o mandante do assassinato de sua ex-esposa, a vendedora de calçados, Ana Thainara Matias Duarte Alcântara, 24 anos, mãe de duas crianças. Thainara foi morta, a tiros, na última sexta-feira (26) quando trabalhava no calçadão da Avenida 3 do Conjunto Jereissati I, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O autor intelectual (mandante) do feminicídio contratou um pistoleiro para o crime.

O homem que disparou um tiro na nuca da vendedora também já foi identificado pela Polícia. Trata-se de Carlos Roberto do Nascimento Façanha. Também já foi identificado o piloto da motocicleta que levou o assassino ao encontro da vítima. Para a Polícia Civil, através da Delegacia Metropolitana de Maracanaú (DMM), não restam mais dúvidas de que o ex-marido foi o responsável pela trama para a morte da jovem.

Uma testemunha

A garota já havia  registrado várias queixas na Polícia por conta das agressões e ameaças de morte do ex-marido. Ele chegou a ser preso no começo deste ano e a Justiça concedeu para Thainara uma medida protetiva. O ex-marido estava proibido de, ao menos, se aproximar fisicamente dela.  Contudo, recentemente, a mulher foi ao Fórum de Maracanaú e retirou o pedido de proteção, supostamente, por mais uma ameaça de Thiago.

Na manhã de sexta-feira passada, Thainara estava vendendo calçados quando foi atacada pelo assassino e atingida com um tiro na cabeça, morrendo no local do atentado. Os criminosos fugiram numa motocicleta, mas foram seguidos por uma testemunha, que anotou a placa do veículo. Era a pista que a Polícia precisava para desvendar o caso.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
LEIA TAMBÉM