X
Sete dias por semana sem medo da notícia!
Estados Unidos, França e Reino Unido fazem ataque conjunto à Síria
Embaixador da Rússia afirma que haverá consequência
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Após ataque dos Estados Unidos, da França e do Reino Unido à Síria, governada por Bashar al Assad, o embaixador da Rússia nos EUA, Anatoly Antonov, afirmou neste sábado (14) que a ação “não ficará sem consequências” e que “insultar o presidente da Rússia é inaceitável e inadmissível”.

O presidente dos EUA, Donald Trump, explicou que os alvos da ofensiva, acontecida ontem, são as “capacidades de armamento químico” de Assad, a quem acusa de ter efetuado um ataque químico no sábado passado na cidade de Duma.

Em tempo

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse por declaração que o ataque foi um “ato de agressão dos EUA e seus aliados” e que os russos “estão ajudando a legitimar um governo que luta contra o terrorismo” na Síria. Ele também diz que o ataque irá “piorar a catástrofe humanitária” no país.

Segundo Trump, os bombardeios atingiram instalações de produção de agentes tóxicos e foram uma represália ao suposto ataque químico que matou 40 pessoas na semana passada na Síria.

 

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também