sete dias sem medo da notícia
Eleição estranha na Câmara de Mauriti
Por : Redação CN7
16/01/19 13:31

A eleição para a mesa diretora de Mauriti está sendo tratada pela população como, no mínimo, estranha. A base do prefeito Mano Morais (PDT), cumpriu sua parte ao manter acordo para eleger o vereador José Juscier (PDT), conhecido como Dr. Zuza, para assumir a presidência da Casa, mantendo a ex-presidente Fernanda Martins (PSDB), como vice na chapa. Até aí tudo bem. O problema é que toda a base de oposição, além de não lançar candidatos acabou fechando com a situação.

BANCADA PETISTA. Com cerca de nove vereadores, a bancada petista votou no candidato do prefeito. Para os mais críticos a eleição mostra a fragilidade do debate dos líderes petistas, os ex-prefeitos Isaac Júnior e Evanildo Simão, junto a bancada. Os dois lideram a oposição e devem estar na chapa que terá Isaac Júnior na cabeça. Resta saber, se os petistas fecharão com chapa.

AMEAÇA. Se o prefeito Mano Morais não tem encontrado problemas com a bancada petista no seu governo; ele parece desconfiado com um nome da sua própria base aliada, que está se credenciando a concorrer contra sua reeleição. A desconfiança do prefeito está nos muitos feitos da vereadora Fernanda Martins à frente da Câmara.

BOA GESTÃO. A ex-presidente fez a maior reforma que a Casa já viu, com ampliação do Plenário e construção de gabinetes individuais para os vereadores; além de popularizar o Legislativo junto a escolas e comunidades.

RESULTADO. O resultado foi a redução de 30% do Duodécimo sugerido pela administração Mano Morais. Hoje é consenso que Fernanda representa uma grande força política e se romper vai dar trabalho ao PDT de Mano e ao PT de Isaac Júnior. Talvez aí o motivo para todos estarem juntos para eleger um novo presidente para a Câmara. Será o suficiente?

LINKS PATROCINADOS