Diretor-geral da PF confirma que vai acelerar investigações sobre políticos

Diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia - Leonardo Duarte

15/11/17 10:00

O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, confirmou nesta terça-feira (14) vai acelerar as investigações sobre políticos, a maioria deles citados na Operação Lava-Jato. Para isso, será necessário aumentar o número de policiais responsáveis pelos inquéritos abertos no Supremo Tribunal Federal contra deputados, senadores e ministros.

Segóvia disse, no entanto, que as investigações devem ser mantidas em sigilo até serem concluídas e que não vai admitir vazamentos ou exploração política de inquéritos. O diretor disse em entrevista ao jornal O Globo que até já existem duas investigações na Corregedoria-Geral sobre supostos desvios de conduta com objetivo político na Lava-Jato.

“Talvez seja o momento de a Polícia Federal, quem sabe, dar um upgrade na equipe de investigação dos inquéritos do STF para que haja uma velocidade maior nessas investigações. Para que a gente possa concluí-las no menor prazo possível”, afirmou Fernando Segóvia.

LINKS PATROCINADOS