sete dias sem medo da notícia
Comissão de Ética abre inquérito contra Eliseu Padilha, Moreira Franco e Kassab
Por : Redação CN7
28/04/17 14:25

A Comissão de Ética Pública da Presidência decidiu, na quinta-feira (27), por unanimidade, abrir inquérito contra os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), Eliseu Padilha (Casa Civil) Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) para investigar infrações éticas no relacionamento com a Odebrecht.

“A questão criminal será tratada pelo Supremo (Tribunal Federal), mas a questão de ética nos parece muito relevante. Quando o processo emana de uma denúncia criminal apurada pelo STF, não se pode deixar de considerar a seriedade do tema envolvido”, afirmou o presidente da comissão, Mauro Menezes. Os ministros terão dez dias para prestar esclarecimentos à entidade.

A decisão atende a duas denúncias feitas pelos deputados Afonso Florence (PT) e Robinson Almeida (PT) e pelo advogado Mariel Marley Marra.

Delatados

Segundo delação do ex-presidente da Odebrecht Transport Paulo Cesana, Padilha recebeu R$ 4 milhões em propina da empreiteira. O pedido para o repasse foi feito por Moreira Franco, à época à frente da Avaiação Civil. O pagamento é relativo a uma ajuda em rodada de concessões de aeroportos.

Padilha ainda foi delatado por participar do jantar no Palácio do jaburu com o presidente Michel Temer (PDMB). Na ocasião, Temer teria pedido R$ 10 milhões ao próprio Marcelo Odebrecht para campanha de 2014.

LINKS PATROCINADOS