Sete dias por semana sem medo da notícia!
Ciro defende Tasso para a presidência do Senado depois de acusá-lo de ordenar crime
"... ele mandou atirar nos grevistas", disse sobre senador na greve de policiais
Ciro Gomes e Tasso Jereissati

O derrotado Ciro Gomes (PDT) defendeu o nome de Tasso Jereissati (PSDB-CE) para a presidência do Senado. “É bom para o Senado, o Brasil e o Ceará”, disse o FG na posse de Camilo Santana, ontem (1º), na Assembleia.

Ciro é o mesmo que, em 2016, acusou abertamente o tucano de mandar atirar em policiais. “O Tasso, quando era governador (do Ceará), houve um motim na Polícia Militar [em 1997], e eu estava junto com o Tasso quando ele mandou atirar nos grevistas. Mandou atirar.O coronel disse assim: ‘Mas, governador, pode morrer gente’. Que morra! Isso foi filmado lá. Houve tiro, gente foi ferida, o diabo”, afirmou em entrevista à Rádio Tupinambá, de Sobral.

Em tempo

O que faz Ciro após perder uma eleição senão pensar em ser pré-candidato à próxima?

Em tempo II

Ciro, em texto na Folha, disse que uma palavra resume 2019: interrogação.

Em tempo III

Ciro sabe bem o que é isso. O que um dia para ele é, no outro não é.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também