sete dias sem medo da notícia
Motim
CGD expulsa policial militar por participação em motim de 2020
Anteriormente, foram publicadas duas expulsões e três permanências disciplinares
Viaturas com pneus secos durante o motim
Por : Redação CN7
25/09/21 12:35

A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) publicou, nesta sexta-feira (24), no Diário Oficial do Estado (DOE), a expulsão do policial militar Antônio Soares Lima Filho por participação no motim de 2020. A publicação traz ainda sanção de permanência disciplinar em desfavor dos PMs Cleber de Lima Oliveira, Jocicleison de Lima Alves e Akácio da Silva Varela. Anteriormente, foram publicadas duas expulsões e três permanências disciplinares por participação no movimento paredista. Todos processos administrativos seguem os preceitos da ampla defesa e do contraditório.

Após análise dos documentos, ficou provado que o policial militar violou os deveres militares, caracterizando, assim, a prática de transgressão disciplinar ao participar do motim no início de 2020. Ainda conforme a documentação, o comportamento do policial demonstra incompatibilidade com o Código Disciplinar da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (Lei nº 13.407/2003).

O motim ocorreu entre os dias 18 de fevereiro e 2 de março em diversas cidades cearenses. Atualmente, 341 policiais identificados por participação no motim de 2020 continuam respondendo a processos administrativos disciplinares, estando estes em fase de instrução processual. Além disso, existem investigações em curso, que podem resultar em novos processos disciplinares.

LINKS PATROCINADOS