sete dias sem medo da notícia
Camargo Corrêa fará recall em sua delação contando detalhes das obras do Vila do Mar
Por : Redação CN7
07/05/17 11:43

O Ministério Público Federal (MPF) aguarda para os próximos dias novos depoimentos reveladores dados pelos executivos e donos da empreiteira Camargo Corrêa. Na pauta, revelações sobre o arquivamento da Operação Castelo de Areia e o pagamento de propinas em várias obras públicas executadas nos últimos anos pela Camargo Corrêa com o Governo Federal, alguns estaduais e prefeituras de capitais.

Um dos alvos preferidos do MPF são as obras firmadas com a prefeitura de Fortaleza. Serão investigadas a execução da Vila do Mar, que tem uma área que aguarda conclusão e a construção da nova avenida Beira-Mar.

As suspeitas sobre a decisão do então presidente do Superior Tribunal de Justica (STJ), então ministro Cesar Asfor, de ter arquivado sem um aprofundamento da Castelo de Areia não procedem.

A operação supostamente apurou corrupção da Camargo Corrêa mas não seguiu as normas jurídicas, com excessos que feriam claramente a Constituição brasileira. Daí, a adoção da medida pelo presidente da época do STJ, ministro Cesar Asfor.

Sobre as duas obras da Camargo Corrêa em Fortaleza, a dor de cabeça será sobre a administração Luizianne Lins – Vila do Mar e avenida Beira-Mar – administração Roberto Claudio. Ambos dizem nada temer.

Leia a nota publicada na coluna de Lauro Jardim, na edição deste domingo (7) do O Globo:

LINKS PATROCINADOS