Sete dias por semana sem medo da notícia!
Bruno Figueiredo toma posse como prefeito de Pacajus após afastamento de Flanky
Bruno Figueiredo toma posse na Câmara de Pacajus

Bruno Figueiredo tomou posse e retornou ao cargo de prefeito de Pacajus no plenário da Câmara Municipal ontem (7). A solenidade contou com diversas autoridades locais, dentre elas, o ex-prefeito e pai de Bruno, Pedro José, vereadores e diversos apoiadores.

Durante discurso, Bruno disse que os últimos 16 dias, período em que estava como vice-prefeito, foram de crescimento e aprendizado. “Eu garanto que vamos tirar esse atraso, temos capacidade. Durante esse tempo, a gente cresceu, aprendeu alguma coisa. E agora essa gestão, além de trabalhar e construir muito, terá dois diferenciais. Primeiro, o grupo de vereadores que vão fazer a administração junto com o prefeito, e que a gente possa crescer cada vez mais. Segundo: vamos cuidar do mais carente na nossa cidade, resgatar, trazer para uma situação de vida boa, de trabalho e dignidade, porque ninguém merece sofrer o que estava sofrendo”, disse o prefeito Bruno Figueiredo.

“Quem voltou foi a ordem, a verdade, a dignidade, a clareza, respeito, o trabalho, a transparência. Foi o que voltou para nossa cidade”, disse. Após a solenidade, a população se dirigiu até a localidade do Alto do Cumaru, na entrada da cidade, para o hasteamento da bandeira de Pacajus, como forma de respeito à pátria. “Estou aqui para servir a pátria Pacajus, até quando Deus permitir, custe o que custar, vamos reconstruir Pacajus”, finalizou Bruno, em seu discurso.

Contexto político

O então vice-prefeito de Pacajus, Bruno Figueiredo, retornou ao cargo de prefeito do município nesta sexta-feira (6). A decisão foi do ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que suspendeu a liminar que tinha devolvido o cargo de prefeito a Flanky Chaves. Com a decisão, Bruno Figueiredo retorna ao cargo. Vale lembrar que em 21 agosto de 2019, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Napoleão Nunes Maia, suspendeu, em caráter liminar, a cassação do mandato de Flanky Chaves do cargo de prefeito de Pacajus. Ele foi afastado em setembro de 2017, por decisão judicial, e teve o mandato de prefeito cassado pela Câmara Municipal em 12 de julho de 2018. Flanky é acusado pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) de improbidade administrativa, por prejuízo superior a R$ 2 milhões em contratos e aditivos do município.

Confira clique

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também