Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Advogado da família de César Veras promete apresentar novas provas

De acordo com o advogado, o vereador foi vítima de um homicídio doloso

(Foto: reprodução/vídeo)

14/05/24 15:48

Glaubeson Costa, advogado da família do vereador de Camocim, César Veras, informou, por meio de vídeo enviado com exclusividade ao portal CN7, nesta terça-feira (14), que discorda da versão apresentada pelo delegado Eduardo Rocha, responsável pela investigação, que apontou assédio moral como motivação para o assassinato do parlamentar. Na avaliação do advogado, o vereador foi vítima de um homicídio doloso.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

“Com relação ao que foi veiculado hoje acerca da entrevista do delegado regional, doutor Eduardo, nós que fazemos parte da assistência de acusação, nós entendemos diferente. Nós entendemos que o motivo não foi esse apresentado, ou seja, um possível desavença no local de trabalho. César foi vítima do homicídio doloso, friamente calculado”, disse.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

O advogado informou, ainda, que apresentará ao Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), na próxima quinta-feira (16), novas provas que aprofundarão as investigações. “Nós fizemos as diligências necessárias para que possamos, na quinta-feira, apresentar esses documentos novos para o Ministério Público. Voltamos a insistir, a motivação não foi essa”, finalizou.

Assista ao vídeo completo:

LINKS PATROCINADOS