sete dias sem medo da notícia
Zé Wilson alega ter apoio do presidente da Assembleia para filho voltar à Prefeitura
Zé Wilson e Flanky Chaves
Por : Redação CN7
10/10/17 16:44

Está pronto para ser votado o agravo de instrumento solicitado pelos advogados do prefeito afastado de Pacajus, Flankly Chaves, ao cargo possivelmente nesta quarta-feira, 11. A manobra jurídica foi articulada pelo manda-chuva Zé Wilson Chaves com o apoio decisivo do presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque.

O recurso do prefeito afastado por corrupção Flankly Chaves caiu nas mãos do parente do presidente Zezinho, desembargador Paulo Airton Albuquerque. Boquirroto, Zé Wilson já está comemorando a sua volta à prefeitura de Pacajus e ameaçando se vingar do Ministério Público e do juiz do Município.

Explicou em tom de ironia aos aliados, que como havia prometido em seu programa de rádio, um desembargador amigo iria resolver e retornar Flankly ao cargo. Ele ainda debochou dizendo que ” dinheiro para comprar o Judiciário não era problema”.

As agressões do ex-prefeito Zé Wilson Chaves ao Poder Judiciário cearense merecem o repúdio público da Ordem dos Advogados do Brasil(OAB), secção Ceará e da Associação dos Magistrados Cearenses(AMC). São ataques grosseiros e mentirosos a quem faz justiça com transparência, ética e seriedade. Bem diferente de Zé Wilson que tem uma vida pública dedicada a desviar os recursos públicos.

Ao por em dúvida a honra do desembargador Paulo Airton Albuquerque, Zé Wilson mostra que não conhece um magistrado Paulo Airton Albuquerque que honra a magistratura do Ceará atuando com independência e dignidade, sendo um exemplo de honestidade dentro do Poder Judiciário brasileiro.

Já o presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque, deve se distanciar dessa dupla Zé Wilson – Flankly, pai e filho, que em menos de 10 meses de mandato destruíram Pacajus.

LINKS PATROCINADOS