Sete dias por semana sem medo da notícia!
Votos de Lia Gomes não fazem outro deputado para os Ferreira Gomes na Assembleia
Com deferimento da candidatura da FG, TRE fez retotalização e nada mudou
Lia Gomes

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), através da Comissão Apuradora das Eleições 2018, realizou nesta sexta-feira (14) a retotalização dos resultados da eleição, em face de decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que modificaram a situação dos registros de candidatos a deputado federal e deputado estadual.

O TRE-CE atualizou a situação dos candidatos deferidos pelos TSE e comandou no sistema a retotalização, que considerou válidos os votos para deputado estadual obtidos por Lia Ferreira Gomes (6.598) e Domingos Gomes de Aguiar Filho (2.118), bem como os votos para deputado federal de Maria Ediene Monteiro (1.560).

O procedimento modificou o quociente eleitoral para os cargos de deputado federal, que passou de 208.842 para 208.913, e para estadual, que foi de 99.375 para 99.564. No entanto, a ação não alterou as listas de eleitos. Estão mantidos os mesmos nomes já anunciados pela Justiça Eleitoral, apenas com o acréscimo dos candidatos na suplência das coligações.

Em tempo

Na quarta-feira (12), Lia Gomes já comemorava que o grupo político dos FGs teria mais um candidato na Assembleia Legislativa do Ceará: Lucílvio Girão. Não foi dessa vez.

Em tempo II

Segundo a própria Lia, com a chegada de Lucílvio, quem deveria perder uma cadeira na AL era Soldado Noélio.

Em tempo III

Noélio assume a cadeira. Lucílvio não. Lia fica para a próxima.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também