Sete dias por semana sem medo da notícia!
Violência deixa 33 mortos no fim de semana no Ceará em acidentes e assassinatos
A maioria dos homicídios e desastres aconteceu em cidades do interior cearense
Os irmãos Jair e Josivan Gregório do Nascimento, foram mortos, a tiros, em Itaitinga, durante uma tentativa de chacina na localidade Barrocão
Ouça a matéria

Trinta e três pessoas morreram de forma violenta neste fim de semana no Ceará. As autoridades a da Segurança Pública registraram no intervalo entre a sexta-feira passada (3) e o começo da madrugada de hoje (6), ao menos, 25 casos de assassinos e oito mortes em acidentes de trânsito em todo o estado.

Das 25 pessoas assassinadas no estado, 15 foram mortas no interior, nos seguintes Municípios: Juazeiro do Norte (dois casos), Jaguaruana, Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte, Itapajé (caso de latrocínio), Sobral, Jucás (morte por intervenção policial), Baturité, Itapipoca, Cedro, Ipaumirim , além de achados de cadáveres em Crato, Icó e Reriutaba.

Na Grande Fortaleza, foram mais 10 casos de assassinatos, sendo quatro casos na Capital (nos bairros Parque Dois Irmãos, Planalto Pici, Parque São José e Pirambu) e seis na Região Metropolitana (três em Itaitinga, dois em Maranguape e um em Caucaia).

Duas tentativas de chacinas foram registradas neste fim de semana. Ainda na sexta-feira (3), duas pessoas foram mortas e outras cinco baleadas durante um ataque de bandidos de uma facção criminosa na localidade de Barrocão, no Município de Itaitinga.

Já na noite deste domingo (5), sete pessoas ficaram feridas a tiros quando dois homens passaram  numa motocicleta atirando num grupo de moradores do bairro Pirambu. A tentativa de chacina aconteceu na esquina da Avenida Pasteur com a Rua Marcílio Dias.

Acidentes

Outras oito pessoas foram vítimas de acidentes com mortes no estado, nos seguintes Municípios: Jardim (dois mortos), Hidrolândia, Penaforte, Juazeiro do Norte, Araripe, Várzea Alegre e Araripe.

Um dos casos mais graves ocorreu no Centro da cidade de Jardim, no Cariri, onde a cabeleireira Luciana Bernardino da Silva, 26 anos; e sua filha, a pequena Joyce Bernardino da Silva, 7 anos, morreram vítimas de um atropelamento por uma caminhoneta. O caso ocorreu na manhã do último sábado (4).

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também