Sete dias por semana sem medo da notícia!
Violência armada deixou 86 adolescentes assassinados no Ceará em sete meses de 2019
A maioria absoluta das mortes de adolescentes está ligada à guerra entre facções
Maioria dos menores morre em cobrança de drogas e na guerra de facções

Nos primeiros sete meses de 2019, o Ceará registrou o assassinato de 86 adolescentes, numa média de 12 por mês. A cada dois dias um menor é morto no estado. Neste cenário da violência da guerra entre facções, a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) contabilizou a maioria dos casos. Foram 37 crimes vitimando jovens com idades entre 12 e 17 anos.

Já na Capital, 24 adolescentes foram mortos no mesmo período e no Interior de estado outros 25. Além de Fortaleza, o Município de Caucaia apresentou os maiores registros de mortes de menores de idade. Ali, 19 jovens nesta faixa etária foram assassinados, a maioria por conta da disputa entre grupos criminosos, as facções que dominam vários bairros e comunidades.

Dos 24 assassinatos de adolescentes em Fortaleza nos primeiros sete meses de 2019, nove foram registrados em comunidades do Grande Bom Jardim, na Área Integrada de Segurança Dois (AIS), que abrange bairros como Canindezinho e Granja Lisboa, além do próprio Bom Jardim. A disputa por território entre traficantes ligados às facções tem deixado um rastro de sangue naquela parte da cidade.

“Novinhas”

Quinze garotas estão entre os 86 adolescentes mortos neste ano no Ceará, a maioria com idades entre 16 e 17 anos. Mas há casos de meninas ainda mais novas que acabam sendo mortas por terem algum tipo de envolvimento com as facções.

Foi o caso de Suzyele Mendes Gonçalves, que tinha apenas 14 anos, e foi seqüestrada por bandidos de uma facção em Caucaia. O corpo dela, com marcas de tiros, foi encontrado na tarde do dia 30 de julho último, no bairro Mestre Antônio.

Antes, no dia 198 de fevereiro, a adolescente Débora Ferreira da Silva, 17 anos, foi também morta em Caucaia. O crime ocorreu no Bairro Campo Grande. Débora também foi executada sumariamente a tiros.

Somente em Caucaia, sete garotas, com idades entre 14 e 17 anos, foram assassinadas por conta da “guerra” das facções em bairros como Itambé I, Itambé II e Mestre Antônio.

Veja a lista das adolescentes mortas no Ceará em 2019:

01 – (19/2) – Débora Ferreira da Silva, 17 anos (bala) – Caucaia

02 – (22/2) – Larissa Laiane Silva Vieira, 14 anos (bala) – Fortaleza (Vila Peri)

03 – (31/3) – Ingrid Cassiano da Silva, 17 anos (bala) – Maranguape

04 – (01/4) – Maria Aparecida Brito de Oliveira, 17 anos (outros meios) – Carnaubal

05 – (13/4) – Rebeca Ferreira Garcia Mesquita, 17 anos (bala) – Caucaia

06 – (18/4) – Francisca Sabrina Bernardo de Sousa, 16 anos (bala) – Caucaia

07 – (21/4) – Maria Elizabete Ferreira de Sousa, 17 anos (bala) – Caucaia

08 – (25/4) – Ana Vitória Lourenço de Oliveira, 17 anos (bala) – Russas

09 – (07/5) – Ana Kelly da Silva Bisco, 14 anos (bala) – Fortaleza (Granja Lisboa)

10 – (10/5) – Gessiana Farias dos Santos, 17 anos (faca) – Guaraciaba do Norte

11 – (05/6) – Ana Klênia de Sousa dos Santos, 15 anos (faca) – Irauçuba

12 – (05/6) – Laime Rodrigues da Silva, 17 anos (bala) – Caucaia

13 – ((08/6) – Maria Cecylia Frota dos Santos, 1 ano (faca) – Itapipoca

14 – (25/6) – Maria Juliane Saraiva de Freitas, 16 anos (bala) – Caucaia

15 – (30/7) – Suzyele Mendes Gonçalves, 14 anos (bala) – Caucaia

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também