Sete dias por semana sem medo da notícia!
Violência armada deixa 12 pessoas assassinadas no Ceará nas últimas 24 horas
Assassinatos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte deixaram 12 vítimas
Um dos crimes ocorreu no bairro Itaperi, em Fortaleza, onde um idoso de 78 foi morto a tiros na calçada de uma oficina mecânica

Doze  pessoas foram assassinadas no Ceará no intervalo de apenas 24 horas, entre segunda-feira (11) e a terça (12). Dos 12  homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, oito aconteceram na Grande Fortaleza e outros quatro no Interior do estado. Entre as vítimas está um ser servidor da Segurança Pública, um agente penitenciário, lesionado a tiros por bandidos durante uma tentativa de roubo.

Na segunda-feira (11) foram registrados seis assassinatos, sendo dois em Fortaleza (nos bairros Parque Santa Rosa e Jardim das Oliveiras), dois na Região Metropolitana (em Maranguape e Paracuru) e dois casos de lesões corporais seguidas de morte. Um deles teve como vítima o agente penitenciário Pedro Agostinho de Almeida, 62 anos, que morreu no Instituto Doutor José Frota (IJF), após vários dias internado. Ele foi baleado durante uma tentativa de assalto na zona Oeste de Fortaleza.

Na Avenida Cônego de Castro, no bairro Parque Santa Rosa, na Capital, um homem identificado como Benedito Cleigiverton Costa Teixeira, 40 anos, foi morto a tiros quando ia visitar os pais. 

Em Maranguape, José Helenilson da Silva Freitas, 25 anos, foi assassinado, a tiros, no bairro Parque São João. 

E na Rua Professora Emília Pereira, no bairro Jardim das Oliveiras, um jovem, não identificado, também foi morto a tiros.

Ainda na segunda-feira, o corpo de um jovem foi encontrado com lesões produzidas a facadas no pescoço e na nuca. O cadáver foi ocultado pelos assassinos na Lagoa do Jirau, na zona rural do Município de Paracuru (a 100Km de Fortaleza).

Em Sobral, faleceu na Santa Casa de Misericórdia, um jovem que havia sido baleado na cidade de Marco, sendo identificado como Francisco Rodrigo Santos Costa, 19 anos. 

Mais crimes na terça

Nesta terça-feira (12), mais seis assassinatos foram registrados no Ceará,  sendo três casos na Capital (nos bairros Rodolfo Teófilo, Itaperi e no Conjunto São Bernardo, em Messejana) e outros três no Interior, nos Municípios de Jaguaruana, Orós e Morada Nova.

Na madrugada, bandidos invadiram um quitinete localizado na Rua da Independência, no Conjunto São Bernardo, em Messejana, e atiraram contra um casal. Lucas Henrique Batista Acioli, de 34 anos, morreu no local, enquanto sua namorada, Jaynara de Aquino Soares, 17 anos, ficou gravemente ferida e foi levada para o “Frotinha” de Messejana.

No bairro Itaperi, um homem de 78 anos, identificado como Antônio Adilson, foi morto, a tiros, na calçada de uma oficina de carros.

A Polícia registrou também um assassinato no bairro Rodolfo Teófilo, na tarde de ontem. Um homem conhecido pelo apelido de “Chico Doido” foi morto, a tiros, no estacionamento de um supermercado, localizado próximo à Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Interior

Um tiroteio deixou um ex-presidiário morto, na noite de ontem, na Praça São José, no Centro da cidade de Orós (a 402Km de Fortaleza). A vítima foi identificada como “Toinho Bravo”, que, recentemente, havia saído da cadeia.

Em Morada Nova (a 163Km da Capital), a Polícia localizou o corpo de um jovem que estava desaparecido há vários dias. Ele foi identificado como Wanderson Ângelo da Silva, 19, morto a tiros e o corpo enterrado em cova rasa, em um sítio na localidade de Patos, na zona rural.

Em Jaguaruana (a (183Km de Fortaleza), um homem identificado por Francisco Adriano da Silva, foi morto, a tiros, na manhã desta terça-feira, no bairro Cardeais.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também