sete dias sem medo da notícia
Vice-prefeito de Juazeiro oficializa oposição a Arnon em discurso na Câmara
Giovanni Sampaio alegou "falta de lealdade" por parte do prefeito
Giovanni Sampaio
Por : Redação CN7
05/02/20 14:21

O vice-prefeito de Juazeiro do Norte, Giovanni Sampaio, fez pronunciamento na Câmara Municipal, hoje (5), e oficializou rompimento com o prefeito Arnon Bezerra.

O rompimento oficial com Arnon foi pautado em duas palavras: respeito e lealdade. De acordo com Giovanni, o prefeito não foi leal. Ele cita, por exemplo, o caso de quando criou a comissão da chuva, e Arnon, que viaja à Europa, por telefone, desfez a comissão mandando recado por um secretário.

Giovanni revelou que apoiadores da campanha não tiveram espaço no governo. “Raimundão, Salviano, Carlos Cruz e Ana Paula. Qual a participação deles no governo? Zero!”, pontuou Sampaio.

Ele ainda afirmou que não indicou nenhum secretário da gestão e no período que ficou como prefeito não contratou e nem demitiu nenhum funcionário.

Em tempo

Giovanni falou também sobre um acordo selado na casa do governador Camilo Santana (PT) nas prévias da última campanha para deputado. De acordo com Giovanni, Arnon revelou para Camilo que não queria mais ser prefeito e que não podia ficar sem o seu vice, tratando Giovanni como um para-choque da gestão.

O acordo era: “Se Giovanni estiver bem, você (Camilo) apoia ele. Caso não esteja, pode apoiar outro. Não vou para a reeleição”, disse Arnon de acordo com Giovanni.

O vice lembrou ainda das articulações que Arnon está fazendo para as próximas eleições. Gilmar Bender e Raimundão já sentaram com o prefeito. Giovanni destacou a fala de Arnon que, em uma entrevista à Rádio Tempo, disse que hoje está mais próximo de Bender do que do próprio vice-prefeito.

Veja fala de Giovanni

Com informações do Site Miséria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
LEIA TAMBÉM