Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Vereador de Camocim pede inquérito policial após ser acusado de corrupção

César Veras afirmou que possuía informações comprometedoras sobre a conduta de Marcos

13/03/24 9:05

O vereador Marcos Coelho apresentou um requerimento à presidência da Câmara de Camocim solicitando ao Delegado de Polícia Regional a abertura de um inquérito para investigar declarações feitas pelo vereador César Veras. Durante uma sessão ordinária em 5 de março, Veras afirmou, na presença do presidente Emanoel Vieira, outros vereadores e funcionários da Câmara, que possuía informações comprometedoras sobre a conduta de Coelho.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

No requerimento, Coelho destaca a natureza criminosa das afirmações de Veras e pede que seja investigado se ele recebeu benefícios indevidos durante seus mandatos, como contratos, diárias, pagamento de servidores fantasmas ou qualquer outro ato ilícito. Coelho também solicita uma investigação rigorosa sobre possíveis pagamentos relacionados a votações plenárias.

“Considerando a natureza criminosa da afirmação do vereador César Veras, que seja apurado se este vereador [Marcos Coelho], durante seus mandatos, fora agraciado com benesses de qualquer forma, por parte dos presidentes e dos ordenadores de despesa da Câmara Municpal de Camocim, inclusive, se houve beneficio pessoal com contratos, com ou sem licitação, ou em diárias, ou em pagamento de servidores fantasmas, ou em todo e qualquer tipo de ato que caracterize ilícito, incluindo, até, apuração rigorosa, se houve pagamento relativo a votações plenárias”, diz trecho do documento.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Além disso, o líder da oposição requer que o procedimento policial determine a veracidade das declarações de Veras. O Requerimento será debatido e votado na próxima sessão legislativa.

Veja o documento:

LINKS PATROCINADOS