Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Vacina contra a Covid-19 entra no calendário de crianças e grupos de risco

Os grupos devem tomar a vacina contra a doença em uma periodicidade de seis meses

Foto: Secretaria de Saúde do Ceará

16/01/24 9:55

O Ministério da Saúde anunciou em nota técnica, nesta segunda-feira (15), que a vacina contra a Covid-19 agora faz parte do Calendário Nacional de Vacinação das crianças e grupos prioritários. A inclusão do imunizante planeja reforçar a implementação de novas estratégias contra a doença. A vacina já compõe o plano de imunização para este ano de 2024. O Ceará e as prefeituras devem realizar a vacinação.

Conforme o Ministério, as crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias devem realizar o esquema vacinal com três doses. O órgão também passou a recomendar uma dose periódica para grupos prioritários, independentemente do número de doses prévias recebidas. A vacinação de pessoas com mais de cinco anos, que não foram vacinadas anteriormente ou receberam apenas uma dose, deve ser realizada. Essas poderão iniciar ou completar o esquema primário, que consiste em duas doses com intervalo mínimo de quatro semanas entre elas.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

Para quem tem acima de cinco anos, e pertencem aos grupos de alto risco e grupos prioritários, como gestantes, puérperas, imunocomprometidos e idosos, devem tomar a vacina contra a doença em uma periodicidade de seis meses.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Em relação aos trabalhadores da saúde, indígenas, ribeirinhos, quilombolas, pessoas vivendo em instituições de longa permanência (e trabalhadores desses locais), pessoas com deficiência permanente, com comorbidades, privadas de liberdade ou em situação de rua, a periodicidade para tomar o imunizante é anual.

LINKS PATROCINADOS