sete dias sem medo da notícia
Entenda
UFC sai da Andifes porque Cândido não foi o 1º na lista tríplice de reitores
Nomeado por Bolsonaro, ele disse que não se sentiu aceito e acolhido pela entidade
Cândido Albuquerque
Por : Redação CN7
12/08/21 12:35

Após o presidente Jair Bolsonaro contrariar a tradição e nomear 18 reitores que não venceram as consultas realizadas nas universidades federais, há cisões entre alguns nomes escolhidos e as instituições. Em consequência, cinco reitorias já deixaram a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), entidade que, entre outras ações, negocia com o governo o orçamento e a ampliação de vagas da rede. A matéria é do jornal O Globo de hoje (12).

Segundo a públicação, o anúncio da saída foi feito no fim de julho, em uma carta enviada por José Cândido de Albuquerque, reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), ao então presidente da Andifes, Edward Madureira, reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG). Também estão citadas nos documentos, como signatárias, as universidades federais do Rio Grande do Sul (UFRGS), dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), de Itajubá (Unifei) e a Rural do Semi-Árido (Ufersa). Todas tiveram reitores nomeados por Bolsonaro que não venceram a consulta em suas instituições.

Ainda de acordo com a matéria, os reitores alegaram, na carta, que tentaram se aproximar da entidade. Mas não se sentiram “aceitos e acolhidos, quer pelo fato de que não fomos os ‘primeiros da lista tríplice’, como também por não nos portarmos, publicamente, hostis ao atual governo federal”.

LINKS PATROCINADOS