Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

TRE-CE cassa diploma de Heitor Freire por irregularidades na campanha

Segundo ele, faltam provas e estão pendentes a prestação de contas

Foto: Fachada TRE-CE

16/04/24 9:36

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) cassou, por unanimidade, o diploma de Heitor Freire () por irregularidades na campanha para a Câmara dos Deputados em 2022. A decisão é baseada em ação do Ministério Público Eleitoral. O ex-deputado federal contesta, alegando falta de provas. A irregularidade está relacionada a condutas irregulares relativas à arrecadação e gastos de recursos da campanha eleitoral, conforme impetrada pelo Ministério Público Eleitoral com base na Lei das Eleições.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

Heitor Freire ocupa uma posição como suplente no Parlamento e foi nomeado como titular da Diretoria de Gestão de Fundos, Incentivos e Atração de Investimentos da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) em maio do ano passado.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Segundo Freire, os membros da corte chegaram a conclusão “sem provas”, “sem indícios”. “Eles mesmos (os membros do Pleno) tiveram debates se contradizendo, dizendo que não tinha provas. Me condenaram sem provas, sem indícios. Lembrando que minha prestação de contas continua em aberto, existe um trânsito em julgado. Como eles estão cassando meu diploma de suplente por possíveis irregularidades, sendo que minha prestação de contas ainda está em aberto?”, questionou.

LINKS PATROCINADOS