Sete dias por semana sem medo da notícia!
TJCE condena primeira-dama e ex-prefeita de Uruburetama a 14 anos de prisão
Graça Paiva já havia sido condenada em primeira instância por uma série de crimes durante sua gestão no município. Ela pode ser presa a qualquer momento
Graça Paiva

O desembargador Antônio Pádua Silva, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), condenou, nesta teça-feira (29), por unanimidade, a primeira-dama e ex-prefeita de Uruburetama, Graça Paiva, a 14 anos e quatro meses de prisão. Com a decisão, Graça Paiva poderá ser presa a qualquer a momento.

Graça Paiva já havia sido condenada em primeira instância pelos crimes de apropriação indébita previdenciária, dispensa de licitação fora do que é previsto por lei e apropriação de coisa alheia móvel, cometidos durante sua gestão na Prefeitura de Uruburetama.

Em tempo

Dr. Hilson, atual prefeito e médico do município, é esposo de Graça Paiva e acusado de assédio sexual, pedofilia. Mais de 50 mulheres já declararam terem sido vítimas do médico. Os crimes teriam ocorrido em consultórios particulares e públicos.

Confira a decisão na íntegra

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também