sete dias sem medo da notícia
Tasso eleva tom por renúncia de Aécio e dá até sexta para mineiro deixar o cargo
Por : Redação CN7
22/10/17 12:17

Seguem, ao longo da próxima semana, as negociações dentro do PSDB para resolver o impasse entre o presidente interino do partido, Tasso Jereissati, e o senador Aécio Neves, presidente licenciado da sigla. Tasso quer que o mineiro deixe permanentemente o comando tucano por “não ter mais condições” de permanecer no cargo.

Após dar um ultimato ao grupo de Aécio na semana passada, afirmando que deixaria o comando tucano caso o ex-governador mineiro não renunciasse até a próxima sexta-feira (27), agora Tasso elevou ainda mais o tom e pode chegar a deixar o PSDB caso o impasse com Aécio não seja resolvido.

Aécio, por sua vez, afirmou que só deixa a presidência tucana se Tasso também o fizer. Desde que assumiu o cargo à frente da sigla, o senador cearense tenta impor novo rumo ao PSDB, voltando aos ideais que motivaram a criação da legenda, em 1989, e saindo da base política do presidente Michel Temer (PMDB).

O ex-governador mineiro é o principal fiador da aliança do PSDB com Temer e tenta, desde que foi alvejado junto com o peemedebista na delação da JBS, estreitar ainda mais os laços. Aécio, gravado pedindo R$ 2 milhões em propina a Joesley Batista, dono da JBS, já foi afastado duas vezes do mandato de senador.

Tucanos em cima do muro

Diante do racha interno, os demais caciques tucanos tentam arrastar a situação até dezembro, quando acontece a convenção nacional do PSDB, com eleição para o novo presidente.

LINKS PATROCINADOS