sete dias sem medo da notícia
Tasso afirma que ministros tucanos ficarão nos cargos até divulgação das gravações
Senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Por : Redação CN7
18/05/17 18:45

O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati, acaba de divulgar uma nota, nesta quinta-feira (18), em que afirma que os quatro ministros tucanos permanecerão nos cargos até que o “conteúdo das gravações dos executivos da JBS” seja divulgado.

A cúpula do PSDB debateu, durante toda esta quinta-feira, sobre a permanência do partido na base do governo Temer. Os ministros Bruno Araújo (Cidades) e Aloísio Nunes (Relações Exteriores) foram os defensores mais ferrenhos do desembargue do partido da base aliada, chegando até a elaborar as cartas de demissão.

Além de Bruno e Aloysio, completam o quadro de ministros do PSDB: Luislinda Valois (Direitos Humanos) e Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo).

Confira na íntegra:

Nota do presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE)

Mantendo sua responsabilidade com o país, que enfrenta uma crise econômica sem precedentes, o PSDB pediu aos seus quatro ministros que permaneçam em seus respectivos cargos, enquanto o partido, assim como o Brasil, aguarda a divulgação do conteúdo das gravações dos executivos da JBS.

LINKS PATROCINADOS