Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Sudene libera R$ 26,6 mi em recursos para parques de energia fotovoltaica no Ceará

Repasse corresponde à 8ª parcela do financiamento concedido com recursos do FNDE

(Foto: divulgação/Sudene)

08/04/24 16:53

A diretoria colegiada da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste aprovou a liberação de R$ 26,6 milhões para quatro parques de geração de energia solar que integram um complexo solar no município cearense de Abaiara. O repasse corresponde à oitava parcela do financiamento concedido com recursos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE) para os parques Lightsource Milagres I, II, III e V, da empresa Lightsource BP.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

O investimento total da empresa neste projeto foi de R$ 782,65 milhões, do quais R$ 422,95 milhões foram financiados por meio do FDNE. Esta linha de crédito integra as soluções financeiras oferecidas pela Sudene para estimular a atração de novos empreendimentos para o Nordeste e oferece prazos ampliados e taxas de juros competitivas.

“É importante ter a confiança do mercado com os nossos instrumentos de ação e a constante procura dos empreendedores têm demonstrado a importância da Sudene na atração de novos investimentos. O Fundo de Desenvolvimento do Nordeste foi pensado justamente para ser um diferencial exclusivo da nossa área de atuação para oferta de crédito com condições facilitadas”, comentou o superintendente Danilo Cabral.

Os empreendimentos formam um complexo com capacidade instalada de 210MWp e que deve entrar em operação ainda este ano. O projeto deve gerar aproximadamente 460 mil MWh por ano, o suficiente para abastecer cerca de 212 mil residências. O Complexo Milagres está conectado ao Sistema Integrado Nacional (SIN), fornecendo energia limpa por meio do seccionamento de uma linha de transmissão de 230kV existente, de propriedade da Chesf, que conecta as subestações Milagres e Bom Nome.

Durante a fase de implantação, estima-se que o complexo Milagres tenha aberto 800 empregos diretos, além da geração de 2 mil postos de trabalho indiretos na fase de implantação. Durante a operação, o quadro será composto por dez empregos diretos, com expectativa de criação de outros 30 indiretos.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Para o diretor de Gestão de Fundos, Incentivos e de Atração de Investimentos da Sudene, Heitor Freire, é importante consolidar o FDNE como alternativa estratégica de crédito para as mais diversas atividades produtivas que constituem a economia do Nordeste. “O FDNE já é tradicionalmente um financiamento bem recebido pelas empresas da área de energia. Por isso, nossa intenção é atrair empreendimentos de outros ramos, destacando a pluralidade da economia da nossa região”, afirmou o gestor. Uma destas medidas foi a ampliação do número de agentes operadores dos recursos deste fundo, com a inclusão da Caixa Econômica Federal e da Cooperativa de Crédito, Poupança e Investimento Sicredi Evolução.

LINKS PATROCINADOS