Sete dias por semana sem medo da notícia!
Solenidade marca a posse de mais 120 agentes na Guarda Municipal de Fortaleza
Nova tropa será empregada nas torres do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU)
Os novos guardas municipais de Fortaleza tomaram posse em solenidade realizada nesta quarta-feira (17) no Centro de Eventos do Ceará

Foi com entusiasmo e emoção que os familiares e amigos dos 120 novos guardas municipais de Fortaleza participaram da solenidade de incorporação dos novos profissionais de Segurança Pública ao efetivo da corporação. A solenidade aconteceu na manhã de quarta-feira (17), no Centro de Eventos do Ceará, no bairro Água Fria. O ato foi presidido pelo vice-prefeito da Capital cearense, Moroni Torgan (DEM).

O evento foi também alusivo aos 60 aos de fundação da Guarda Municipal de Fortaleza e  contou com a presença de autoridades civis e militares do estado e do Município, entre elas, vereadores, deputados e gestores das duas esferas administrativas. Moroni Torgan lembrou em seu discurso do momento de transformação que a Guarda Municipal de Fortaleza está passando, deixando de ser exclusiva guarda de patrimônio para atuar nas ruas da cidade na prevenção e combate à violência e à criminalidade.

“Como todos sabem, sou delegado da Polícia Federal e, aonde eu chegava me perguntavam quando seria o próximo concurso para a PF. Agora, até supermercados que vou, muitos jovens me abordam e perguntam quando será o novo concurso para a Guarda Municipal. Isto é o sinal de que a Guarda Municipal de Fortaleza hoje é muito respeita pela proteção que faz ao povo”, disse Moroni em seu discurso.

Torres de vigilância

Os 120 novos guardas municipais participaram de um intenso treinamento, inclusivo de tiro e armamento, supervisionado pela Polícia Federal. O novo efetivo será empregado nas torres de segurança do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), capitaneado pelo vice-prefeito. Até o fim do ano, cerca de 20 torres de Vigilância estão sendo entregues à população de Fortaleza. Atualmente, já são seis em torrem em funcionamento, nos bairros Jangurussu, Goiabeiras, Vila Velha, Barra do Ceará, Caça e Pesca e Canindezinho.

Os novos guardas vão atuar na segurança das comunidades através do vídeo-monitoramento das ruas a partir dos computadores que recebem as imagens em tempo real das câmeras instaladas no perímetro de vigilância de cada torre.  Em cada uma das torres blindadas, o efetivo a pé e motorizado é de 40 guardas municipais, com o reforço de 20 homens da Polícia Militar.

Conforme o vice-prefeito, com a instalação das torres nas comunidades consideradas mais violentas da cidade, os índices de assassinatos  caíram na média geral em torno de 66 por cento. Há bairros em que a redução chegou a 90 por cento. Moroni agradeceu ao prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), o esforço e o investimento para a implantação do PMPU. “Ele (Roberto Cláudio) poderia lavar as mãos e dizer que a questão da Segurança Pública é do estado. Mas, não. Encarou o desafio e tem dado todo o apoio necessário para a implantação do programa que leva proteção ao cidadão”, disse o vice-prefeito.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também