Sesa informa novo aumento dos casos de Covid no Ceará

Número passou de 247 para 716 casos em uma semana

Coronavirus COVID-2019 test concept with blood test tubes, test form and other medical objects. (Foto: banco de imagens)

29/11/23 15:39

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informou que o Estado registrou um novo aumento dos casos de covid-19. De acordo com o órgão, 716 pessoas foram diagnosticadas com a doença, entre os dias 19 e 25 de novembro deste ano. Na semana anterior – 12 a 18 de novembro – foram registrados 247 casos. Os dados refletem o resultado de testes rápidos e de exames RT-PCR realizados em todo o território cearense.

Participe do grupo do CN7 no WhatsApp

O Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen) realizou, entre os dias 19 a 25 de novembro, 577 testes RT-PCR para covid-19. O índice de positividade verificado foi de 21,3%, com 156 casos confirmados. Para o secretário executivo de Vigilância em Saúde da Sesa, Antônio Lima Silva Neto (Tanta), o acréscimo pode estar relacionado à circulação da EG.5 (variante Eris) no Estado.

“A variante Eris é capaz de driblar a memória imunológica e provocar infecção respiratória ou síndrome gripal. Esse é o cenário que provavelmente está se configurando ao longo do mês de novembro”, comenta Antonio Lima.

Importância da vacina

Segundo a Sesa, a principal forma de salvar vidas contra a covid-19 é a atualização do esquema vacinal, que garante proteção contra as novas variantes. “A última atualização da vacina, com a bivalente, induz a produção de anticorpos capazes de neutralizar com mais eficiência a transmissão do vírus, uma vez que incorpora as novas variantes da doença predominantes no Brasil e em todo o mundo”, explica Antonio Lima.

Atualmente, a vacina é indicada contra a doença a partir dos seis meses de vida para toda a população. O esquema vacinal varia conforme a faixa etária. Os imunizantes estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos Vapt Vupt, mediante agendamento. Para ter acesso, é preciso apresentar documentos originais de identidade com foto e, se possível, comprovante de vacinação anterior.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Em caso de sintomas gripais, as pessoas podem procurar um atendimento médico e realizar o teste quando houver recomendação do profissional de saúde.

LINKS PATROCINADOS