Sete dias por semana sem medo da notícia!
Senadora eleita pelo PSL afirma que “bolsonarismo é seita”
Selma Arruda

A senadora do Mato Grosso Selma Arruda, que deixou o PSL na semana passada, confirmou em entrevista à Época desta semana que saiu do partido por causa de Flávio Bolsonaro.

“Me senti desconfortável de continuar no partido. Eu não sou menos senadora do que nenhum daqueles senadores. Não importa de quem eles sejam filhos, o poder extra-Senado que possam ter”, afirmou.

Ela disse também que, depois de sair do partido, foi alvo de bolsonaristas nas redes.

“Recebi ataques dos radicais. Tem uma ala do bolsonarismo que, se você não for um robô que concorde com tudo. É como se fosse um time de futebol. Impressionante. Como se fosse uma seita. Agora, quero ver o que vão dizer do presidente quando o presidente também mudar de partido.”

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também