sete dias sem medo da notícia
Irmãos metralha
Segundo PF, Ciro e Cid Gomes integram “associação criminosa”
Situação dos irmãos se complica com delação de integrantes da Galvão Engenharia
Cid, Aécio e Cid
Por : Redação CN7
15/12/21 10:21

A Polícia Federal, no pedido enviado à Justiça para fundamentar a Operação Colosseum desta quarta-feira (15), cita o presidenciável Ciro Gomes (PDT) e o senador Cid Gomes (PDT-CE) como integrantes de uma “associação criminosa” instalada no governo do Ceará para favorecer empresários mediante o pagamento de propina. A informação é do site da revista Veja.

Ainda segundo a publicação, “os irmãos Gomes são citados juntamente com Lúcio Ferreira Gomes, outro irmão da dupla, e três políticos que integrariam o núcleo de ‘agentes públicos’ da organização criminosa”.

“Os atos sistemáticos de corrupção delatados resultaram em massivos ganhos para a empreiteira e, como contrapartida, possivelmente proporcionaram o enriquecimento ilícito dos agentes públicos beneficiários, num esquema que permeou as duas gestões consecutivas do ex-Governador CID FERREIRA GOMES no Estado do Ceará”, diz a PF.

Entenda o caso

LINKS PATROCINADOS