Sete dias por semana sem medo da notícia!
Secretária de Educação de Iguatu é presa em flagrante e solta após pagar fiança
Elizangela Gomes Medeiros desembolsou R$ 10 mil pelo crime de desobediência
Elizangela Gomes e Ednaldo Lavor

A secretária de Educação de Iguatu, Elizangela Gomes Medeiros, foi presa por descumprir requisições oriundas do Ministério Público da Comarca. Ela não quis disponibilizar informações sobre a eventual contratação de serviços de transporte escolar. A detenção aconteceu na segunda-feira (6).

Elizangela começou a ocupar a pasta na gestão Ednaldo Lavor em 2017. Desde então, o MP solicita os dados e nada é entregue. Ela ainda recebeu recomendação ministerial alertando sobre as consequências de eventuais descumprimentos, mas, mesmo assim, as requisições não foram atendidas.

Em tempo

Na segunda, policiais civis se dirigiram à Secretaria de Educação de Iguatu e prenderam em flagrante Elizangela, levando-a à Delegacia Regional no município.

A secretária responde no artigo 10 da Lei n. 7.347/85, por ter retardado, de forma injustificada, o fornecimento de informações requisitadas pelo MP.

Em tempo II

Elizangela pagou R$ 10 mil em fiança e vai responder pelo crime em liberdade.

Veja documento

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também