Sete dias por semana sem medo da notícia!
Reforço do PMPU e da PM na Barra do Ceará faz índice de homicídios cair 80% na área
Duas torres do Programa Municipal de Proteção Urbana previnem a violência no bairro
Torre de Vigilância nas Goiabeiras completa um ano e meio na vigilância diuturna do bairro, com câmeras e patrulhamento
Ouça a matéria

Dados coletados antecipadamente na estatística que será divulgada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), revelam que no mês de novembro, a redução de crimes de morte em várias áreas de Fortaleza reforça a importância das medidas de prevenção à violência. Um exemplo disso é a Barra do Ceará, na zona Oeste da Capital, que hoje conta com duas Torres de Vigilância do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU). Ali, o trabalho diuturno da Guarda Municipal de Fortaleza junto com a PM fez reduzir em 80 por cento os índices de assassinatos na comparação com novembro do ano passado.

De acordo com a SSPDS, enquanto que em novembro de 2018 foram registrados cinco casos de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) na Barra do Ceará, neste ano aconteceu apenas um, o que representa uma redução da ordem de 80 por cento.

Graças a um trabalho de prevenção que acontece durante 24 horas, com o patrulhamento diuturno e compartilhado entre a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) e a PM, áreas daquele setor da cidade apresentam um avanço contínuo na redução dos assassinatos. Exemplo disso é a comunidade Goiabeiras, onde o clima de tensão que antes era registrado diariamente, com tiroteios, mortes e até “toque de recolher” ordenado por traficantes e chefes de facções, hoje vive momentos de paz.

A Torre de Vigilância do PMPU na comunidade Goiabeiras foi  inaugurada na tarde do dia 19 de junho de 2018. Depois de um ano e seis meses de funcionamento, o equipamento tornou-se referência para a comunidade.  Os constantes confrontos armados nas ruas daquele bairro deram lugar à volta dos jovens,  crianças, adultos e idosos às ruas e aos seus dois principais pontos de lazer: o calçadão da Vila do Mar e a Areninha do bairro.  Os tiroteios que envolviam facções rivais do Morro de Santiago e do Gueto fazem parte do passado.  Nos dois locais, o patrulhamento diário e a ocupação das forças de Segurança forçaram os criminosos a migrarem dali.

A instalação da segunda Torre do PMPU na Barra do Ceará, no dia 23 de outubro do ano passado, representou o “fechamento” da área para a criminalidade.

Instalada estrategicamente no limite entre Fortaleza e Caucaia, a poucos metros da ponte sobre o Rio Ceará (limite dos dois Municípios), e da encosta do Morro de Santiago, a torre passou a monitorar todo o perímetro, que inclui parte da Vila do Mar e o entorno da foz do rio, incluindo a zona de bares e restaurantes da Avenida Radialista José Limaverde, o Marco Zero da cidade e a ponte, cuja região foi escolhida como a mais bela paisagem da Capital com seu por do sol deslumbrante.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também